Wednesday, November 30, 2011

Intenção sem ação é igual ilusão!

Nos dias de hoje, muitas pessoas sonham em mudar de vida, realizar seus objetivos pessoais e melhorar sua situação. Mas porque a maioria não atinge os resultados esperados?

Isso ocorre, pois muitas vezes almejamos algo, planejamos tudo direitinho, mas simplesmente não tomamos iniciativa nenhuma, ficamos simplesmente parados, esperando que as coisas aconteçam, ficamos paralisados e sem ação.

Vamos citar um exemplo, haviam somente cinco galinhas no galinheiro, e elas sabiam que seriam mortas no próximo final de semana, pois o dono do sítio iria fazer um almoço para toda a família. Diante dessa questão, a galinha líder do galinheiro resolveu fugir, e falou para as outras que fizessem o mesmo. No sábado o dono do sítio foi pegar as galinhas, e para sua surpresa notou que só restava uma galinha no galinheiro. Ele a matou e fez o almoço somente com ela. Agora adivinhem qual era a galinha que foi morta? Justamente a líder do galinheiro, que teve a ideia de fugir, convidou as outras galinhas para fugirem, mas simplesmente não agiu. Isso significa que faltou algo fundamental para aquela galinha cheia de intenção e boas ideia, faltou o fundamental: Ação.

Muitas pessoas são assim, têm excelentes ideias, mas não as colocam em prática. Continuam estáticas, provavelmente com a mesma vida de sempre. Vivem almejando algo, mas não agem para realizar suas vontades. Provavelmente você conheça alguém assim, que vivem sempre adiando suas ações para amanhã.

Pessoas que não agem, jamais serão bem sucedidas num sistema de relacionamentos, onde um dia perdido, é uma proposta de negócio ou uma venda a menos.

Nunca confunda livre iniciativa, com falta de iniciativa, não adianta somente querer ser bem sucedido, é muito importante fazer e agir. Lembre-se sempre que intenção sem ação é ilusão!

Monday, November 28, 2011

Você Precisa de um Grande Desafio?

Sempre imaginei que a semana é boa porque existe fim-de-semana e este é bom porque tem a semana de trabalho. Ou seja, trabalhar e descansar, unidos. Chamo isso de qualidade de vida.

O trabalho enobrece o ser humano, porém, não descansar embrutece.

Pensar e ter tédio são mesmo questões opostas. Quando pensamos estamos espremendo neurônios para extrair os melhores sucos.

Por outro lado, entediar-se é oferecer licença para que esses mesmos neurônios oxidem sem rumo e sem causa.

Quem é responsável por nossos tédios? Nosso trabalho? Uma vida familiar árida? Uma vida de repetição? E daí? Isso é tudo para justificar o tédio?

Em vez de olhar para trás e deixar alastrar aquilo que nos incomoda, vamos olhar para frente e descobrir o que podemos fazer.

Pensando assim, estaremos inoculando esperança em nossa vida e até em nossos neurônios abatidos e exauridos.

Tudo na vida, sem exceção, pode ser melhorado. Por isso considero-me um otimista inconformado. Fechar-se num passado ou numa atualidade azeda só produz “gastrite cerebral”.

O melhor da história do mundo foi possível e será possível porque sempre houve e haverá pessoas que não aceitaram o estabelecido e se propuseram a melhorá-lo.

Acontece exatamente com sua vida pessoal, isto é, a possibilidade do melhor, no mínimo, algo grandioso que ainda está por fazer. Motive-se.

 

"A motivação é remédio contra a acomodação e a boa atitude é remédio para combater a arrogância."

Gilclér Regina

 

"Quando você evita a acomodação enxerga com nitidez as diferenças entre o certo e o errado."

Gilclér Regina

 

"O covarde nunca tenta, o fracassado nunca termina e o vencedor nunca desiste."

Norman Vincent Peale

 

"Eu não posso mudar a direção do vento, mas eu posso ajustar as minhas velas para sempre alcançar o meu destino."

Jimmy Deam

Wednesday, November 9, 2011

A escolha de uma profissão

"A escolha de uma profissão é o primeiro calvário de todo adolescente. Muitos tios, pais e orientadores vocacionais acabam recomendando "fazer o que se gosta", um conselho confuso e equivocado.
Empresas pagam a profissionais para fazer o que a comunidade acha importante ser feito, não aquilo que os funcionários gostariam de fazer, que normalmente é jogar futebol, ler um livro ou tomar chope na praia.
Seria um mundo perfeito se as coisas que queremos fazer coincidissem exatamente com o que a sociedade acha importante ser feito. Mas, aí, quem tiraria o lixo, algo necessário, mas que ninguém quer fazer?
Muitos jovens sonham trabalhar no terceiro setor porque é o que gostariam de fazer. Toda semana recebo jovens que querem trabalhar em minha consultoria num projeto social. "Quero ajudar os outros, não quero participar desse capitalismo selvagem." Nesses casos, peço que deixem comigo os sapatos e as meias e voltem para conversar em uma semana.
É uma arrogância intelectual que se ensina nas universidades brasileiras e um insulto aos sapateiros e aos trabalhadores dizer que eles não ajudam os outros. A maioria das pessoas que ajudam os outros o faz de graça.
As coisas que realmente gosto de fazer, como jogar tênis, velejar e organizar o Prêmio Bem Eficiente, eu faço de graça. O "ócio criativo", o sonho brasileiro de receber um salário para "fazer o que se gosta", somente é alcançado por alguns professores felizardos de filosofia que podem ler o que gostam em tempo integral.
O que seria de nós se ninguém produzisse sapatos e meias, só porque alguns membros da sociedade só querem "fazer o que gostam"? Pediatras e obstetras atendem às 2 da manhã. Médicos e enfermeiras atendem aos sábados e domingos não porque gostam, mas porque isso tem de ser feito.
Empresas, hospitais, entidades beneficentes estão aí para fazer o que é preciso ser feito, aos sábados, domingos e feriados. Eu respeito muito mais os altruístas que fazem aquilo que tem de ser feito do que os egoístas que só querem "fazer o que gostam".
Então teremos de trabalhar em algo que odiamos, condenados a uma vida profissional chata e opressiva? Existe um final feliz. A saída para esse dilema é aprender a gostar do que você faz. E isso é mais fácil do que se pensa. Basta fazer seu trabalho com esmero, bem feito. Curta o prazer da excelência, o prazer estético da qualidade e da perfeição.
Aliás, isso não é um conselho simplesmente profissional, é um conselho de vida. Se algo vale a pena ser feito na vida, vale a pena ser bem feito. Viva com esse objetivo. Você poderá não ficar rico, mas será feliz. Provavelmente, nada lhe faltará, porque se paga melhor àqueles que fazem o trabalho bem feito do que àqueles que fazem o mínimo necessário.
Se quiser procurar algo, descubra suas habilidades naturais, que permitirão que realize seu trabalho com distinção e o colocarão à frente dos demais. Muitos profissionais odeiam o que fazem porque não se prepararam adequadamente, não estudaram o suficiente, não sabem fazer aquilo que gostam, e aí odeiam o que fazem mal feito.
Sempre fui um perfeccionista. Fiz muitas coisas chatas na vida, mas sempre fiz questão de fazê-las bem feitas. Sou até criticado por isso, porque demoro demais, vivo brigando com quem é incompetente, reescrevo estes artigos umas quarenta vezes para o desespero de meus editores, sou superexigente comigo e com os outros.
Hoje, percebo que foi esse perfeccionismo que me permitiu sobreviver à chatice da vida, que me fez gostar das coisas chatas que tenho de fazer.
Se você não gosta de seu trabalho, tente fazê-lo bem feito. Seja o melhor em sua área, destaque-se pela precisão. Você será aplaudido, valorizado, procurado, e outras portas se abrirão. Começará a ser até criativo, inventando coisa nova, e isso é um raro prazer.
Faça seu trabalho mal feito e você odiará o que faz, odiando a sua empresa, seu patrão, seus colegas, seu país e a si mesmo. "
Stephen Kanitz é administrador por Harvard (www.kanitz.com.br)
Editora Abril, Revista Veja, edição 1881, ano 37, nº 47, 24 de novembro de 2004, página 22




Tuesday, November 8, 2011

A nota de 50 Euros

Um conferencista muito conhecido começa a sua conferência mostrando uma nota de 50 Euros e pergunta à assistência:
"Quem gostaria de ter esta nota?"
As mãos começaram a levantar-se, então ele disse:
"Vou dar esta nota de 50 Euros a um de vocês, mas antes, deixem-me fazer uma coisa."
Ele amachuca a nota com força e pergunta:
"Então, sempre querem esta nota?"
As mãos continuam a levantar-se.
"Bom, está bem, mas o que se vai passar se eu faço isto?"
Ele deita a nota amachucada para o chão e pisa com os dois pés, com toda a força e mete em cima todo o lixo que estava no chão.
Depois ele pergunta de novo.
"Quem é que ainda quer esta nota?"
Claro as mãos continuaram a levantar-se.
"Meus amigos, vocês vão aprender uma lição... Pouco importa o que eu faço ou não a esta nota, vocês querem-na sempre, porque o valor
dela mesmo machucada e suja é igual, e vale sempre 50 Euros."
Então pense em si, Samuel, na sua vida. Várias vezes na sua vida, fui pisado, magoado, rejeitado, por pessoas e coisas.
Terá a impressão que não vale nada, mas na realidade o seu valor não mudou aos olhos das pessoas que o amam.
O valor de uma pessoa não se mede no que fez ou não, poderá sempre recomeçar e conseguir os seus objetivos, porque o seu valor
próprio está intacto.
"O archeiro é um modelo para o sábio. Quando ele não acerta no meio do alvo, procura a razão em si mesmo"
Confucius

"Adote a divisa do quadro solar: eu só marco as horas com sol"
O.S. Marden

Monday, November 7, 2011

Carreiras: blog pode ser poderosa ferramenta de marketing pessoal

Especialistas avaliam o uso dos blogs pelos profissionais; selecionadores leem as páginas para saber mais sobre candidato.

 

Muito já se falou sobre as redes sociais e sua importância, quando o assunto é chamar a atenção dos headhunters. Mas a internet não se limita ao Facebook e LinlkedIn, por exemplo. Outra ferramenta poderosa em termos de marketing pessoal são os blogs.

De acordo com a diretora da área de gestão e transição de carreira da Right Management, Matilde Berna, um dos elementos mais importantes para o marketing pessoal dos profissionais atualmente é a exposição, e a internet é uma das melhores ferramentas para atingir esse objetivo.

Do lado dos selecionadores, pontua Matilde, eles analisam os blogs dos candidatos às vagas numa tentativa de compreender mais sobre a pessoa, ou seja, seu nível de conhecimento, interesses, networking e opiniões.

Currículo

No caso do currículo, a orientação é que os candidatos informem, sim, o endereço do seu blog, mas com uma ressalva: fazer isso apenas se o blog tratar de assuntos voltados à área de atuação, isto é, à expertise. Muitos utilizam os blogs para tratar de amenidades ou interesses pessoais, como hobbies. Nestes casos, não que sejam menos interessantes, mas a orientação é que se omita essa informação.

O currículo é destinado a assuntos profissionais, portanto, é mais relevante colocar as informações que liguem o candidato aos trabalhos ligados à sua área de atuação. Segundo a professora de gestão de pessoas da escola de negócios Trevisan, Tais Cristina Amaral, o que chama a atenção dos selecionadores, quando estão analisando um blog, são as opiniões que o profissional omite sobre assuntos voltados à sua área.

É possível verificar até que nível o profissional consegue aprofundar sua opinião dentro da área em que atua. Além disso, Tais observa que os textos divulgados nos blogs permitem aos selecionadores observar o quanto o profissional consegue escrever sem usar jargões, se suas opiniões fazem sentido ou se ele apenas reproduz conteúdos disponíveis na internet. Também conta a favor do profissional se ele virou referência com seu blog, ou seja, se possui muitos seguidores ou leitores.

Cuidados

Os cuidados que se deve ter ao criar um blog são semelhantes ao se manter um perfil nas redes sociais. Antes de mais nada, lembre-se sempre de que o blog é sinônimo de exposição, quer dizer, todos poderão ler o que você escrever. Portanto, tome cuidado com os textos, fugindo das opiniões taxativas e preconceituosas.

Matilde ainda ressalta que é preciso fazer pesquisas sobre o que se pretende escrever, já que o público leitor pode ser formado por outros profissionais da mesma área e que entendem do assunto que está sendo abordado.

A atualização também é um elemento importante. Ambas as especialistas concordam que é interessante ponderar, antes de iniciar o blog, se o profissional vai ter tempo e disponibilidade para atualizá-lo. “O blog é uma exposição que acontece através de informações, e essas informações precisam estar atualizadas”, explica Matilde. Na prática, um artigo ou uma informação que foi publicada poderá perder a validade, tornando necessárias novas atualizações.

Por fim, tenha objetivos claros ao iniciar um blog. Defina com precisão o que será abordado e qual sua meta com esse recurso.

 

Administradores

Concentre-se nas Metas!

Comprometimento significa manter-se focado em suas metas, seus sonhos e seu sucesso, custe o que custar. Quando se trata de lutar pelo que deseja, muitas pessoas costumam seguir o caminho mais fácil e é justamente aí que se dão mal.

 

Jovens que treinam diariamente talvez tenham uma remota chance de ir a uma Olimpíada, mas, mesmo os que não forem selecionados, estarão um passo à frente em suas vidas como resultado direto de seu comprometimento.

 

É preciso ter comprometimento e quando falamos de foco, muita concentração em tudo o que acontece, suas metas e os caminhos para chegar lá.

 

O camaleão tem a capacidade de se camuflar no ambiente e ainda mais notável é sua habilidade de olhar para direções diferentes com cada um dos olhos.

 

Assim que um olho identifica um alimento em potencial, o camaleão precisa fazer com que o outro enfoque o alvo e ele só conseguirá atacar a presa quando conseguir vê-la com ambos os olhos.

 

Ao assistir a essa cena, imagino quantas pessoas se esquecem de aplicar o mesmo princípio na jornada de sua vida, na busca do sucesso.

 

Costumamos nos concentrar no ponto para o qual nos dirigimos. È preciso ter comprometimento para ter sucesso, não importa o que atravesse no caminho.

 

O conselho é: concentre-se nas metas. Pare de buscar atalhos. Pare de buscar vida fácil ao seu redor. Os clientes mais difíceis geralmente são os clientes de uma vida inteira. Lembre-se, apenas 4% reclamam. Os restantes 96% não reclamam, apenas mudam!

 

Gilclér Regina

 

“Quando você tem um sonho, mas não tem metas, ele deixa de ser sonho e passa a ser uma mera fantasia.”

Gilclér Regina

 

“A motivação para o sucesso surge quando se quer muito alcançar um objetivo.”

Gilclér Regina

 

“O que quer que a mente humana possa conceber e nisso acredite, ela é capaz de realizar.”

Napoleon Hill - Escritor Americano

 

“Para conseguir grandes coisas, é necessário não apenas planejar, mas também acreditar, não apenas agir, mas também sonhar.”

Anatole France – Escritor francês

 

“Não desistir jamais é o fator que separa pessoas bem-sucedidas das demais.”

           Gilclér Regina