segunda-feira, 1 de julho de 2019

O Primeiro Grande Mandamento

"Amados irmãos e irmãs, não sei exatamente como será nossa experiência no Dia do Juízo, mas ficarei muito surpreso se em algum ponto da conversa, Cristo não nos fizer exatamente a mesma pergunta que fez a Pedro: "Você me amou?"

Creio que Ele desejará saber se em nossa própria escolha muito humana, muito inadequada e às vezes infantil das coisas, ao menos compreendemos um mandamento, o primeiro e grande mandamento de todos: "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento".

E se naquele momento pudermos dizer, gaguejantes: "Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo"; então talvez Ele nos lembre que a principal característica do amor sempre foi a lealdade. "Se me amais, guardai os meus mandamentos", disse Jesus.

Portanto, temos vizinhos para abençoar, filhos para proteger, pobres para erguer e a verdade para defender. Temos coisas erradas para corrigir, verdades para compartilhar e coisas boas para fazer.

Em resumo, temos uma vida de dedicado discipulado para demonstrar nosso amor pelo Senhor. Não podemos desistir nem recuar. Depois de um encontro com o Filho vivo do Deus vivo, nada jamais será como foi antes.

A Crucificação, a Expiação e a Ressurreição de Jesus Cristo assinalam o início da vida cristã, não o seu fim."

Elder Jeffrey R. Holland
("O Primeiro Grande Mandamento", Conferência Geral de outubro de 2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário